Desvital

agosto 20, 2015



Como uma cerveja gelada.
A vida flui
Leve,
Fresca,
Amarga,
Intensa.

Quem me dera compreender
As ruas que não são minhas,
As rimas que perdi entre linhas,
As lágrimas deixadas em esquinas,
Desconhecidas,
Percorridas,
Desnorteadas.

Quem me dera mapear apenas sorrisos
E trazer apenas conquistas
Pra conquistar
Não corações,
Mas razões.
Porque é com a razão 
Que se conquista um coração que não.
Menos o meu.
O meu coração não.
Nem com,
Nem sem razão.

Quero saber 
Se a tua rua tem chegada.





You Might Also Like

0 comentários