Escuridão

setembro 17, 2015



Entristece-me a alegria com que brincas
Nas luzes da rua,
Na escuridão do meu olhar
Que sempre me surpreende,
Debruçando-se em ti.

Brincas
Nas luzes da rua
Com o mesmo entusiasmo 
Com o qual um dia eu brinquei.

Brincas 
Com o sorriso 
De quem ainda acredita
Que a felicidade 
É bem real
E jamais será uma falácia absurda,
Um engodo do destino.

Brincas
E eu observo.

Para onde vamos?


You Might Also Like

0 comentários