True story

novembro 01, 2016

Gente linda, em resposta ao post em que gentilmente pedi que adivinhassem a minha idade, cabe-me agora dizer-vos que tenho 25 anos (se bem que não por muito tempo). Sou aluna de Mestrado e espero concluí-lo no próximo ano, assim que entregar a minha tese.
Ainda não trabalho, nem estou a estagiar porque, sinceramente, estou meio perdida entre a desmotivação (este ano fui invadida por uma onda súbita de preguiça) e a enorme desilusão que me proporcionaram quando há um ou dois anos atrás comecei a mandar currículos e a ir a entrevistas. O trabalho na minha área anda pela hora da morte, as condições não são muito melhores do que as do tempo da escravatura e, muito sinceramente, eu nunca estive preparada para isto. Eu esforcei-me muito, mais do que devia e podia até, abdiquei de muita coisa a nível pessoal e as ofertas que me foram fazendo... bem, pareciam estar claramente a brincar com a minha cara.
Isto começou por ser um post acerca da idade, mas quis partilhar um pouquinho mais de mim convosco. Anda por aí alguém a sentir as mesmas dificuldades que eu?

You Might Also Like

14 comentários

  1. Não te entregues a esse desânimo! Envia CV para tudo quando é lado e alguma coisa há-de surgir :)

    ResponderEliminar
  2. Bem-vinda ao clube dos desmotivados em relação ao futuro profissional! Faço parte deste clube, ando a arrastar o meu relatório de estágio, não tenho sequer vontade de o concluir, não faço a mínima ideia do que fazer a seguir, e sinto-me a ovelha negra da família, por todos os meus primos já terem terminado o curso e estarem num trabalho estável.
    Dizem que depois da tempestade vem a bonança... E eu estou à espera da bonança há tanto tempo...
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Os "empresários" portugueses têm grande lata, por isso é que o país está como está, enfim!
    Ora vê este post que escrevi há tempos, pode ser que tenha alguma dica que ainda não tenhas aplicado:
    https://agataborralheiraprecisadeamigas.blogspot.pt/2014/10/emprego.html

    ResponderEliminar
  4. Compreendo bem o que sentes, também já me senti assim.
    Força!

    Bom resto de semana :)
    http://gestoolharesorriso.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  5. Infelizmente o mundo do trabalho está pelas ruas da amargura.. Desejo-te a melhor sorte possível!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Ainda não estou muito dentro do "mundo do trabalho" porque supostamente estou no meu 2º ano de faculdade mas sei que cada vez está mais difícil de arranjar emprego, ainda por cima na área que gostamos! Não podemos é perder a esperança e arriscar, vais ver que se vai tudo resolver :)
    Beijinhos <3

    LOSINGMAMIND

    ResponderEliminar
  7. Eu! Já as senti e em breve vou voltar a sentir... Por vezes temos que nos sujeitar... para passado um tempo sermos realmente reconhecidos pelo nosso trabalho, ou pelo menos sonhar com isso a acontecer!

    ResponderEliminar
  8. Tenho quase a tua idade.
    Quanto aos looks no meu blogue. Eu utilizo um site, o primetag. Às vezes eles têm alguns problemas e nalguns PCs não funciona muito bem. Mesmo abrindo a própria publicação, não consegues ver?
    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Temos a mesma idade :D
    Sim, são os (malfadados) exames da OA!
    Sabes do que falo, pelos vistos :/
    Beijinhos e obrigada pelas tuas palavras!

    ResponderEliminar
  10. neste momento temos a mesma idade! :)

    ResponderEliminar
  11. Para ser jovem às portas do mercado de trabalho hoje em dia em Portugal, é preciso ter muita coragem, um estômago do caraças e muuuuita resiliência!
    Ser mãe de uma jovem em Portugal...é viver com o coração apertado, um buraco no estômago, muito medo e uma incerteza que me mata todos os dias um bocadinho.
    Muuuuita sorte para ti! Muita força, muita coragem...e tenta, tenta sempre encarar a vida com um sorriso, a vida trás-nos muitos dias cinzentos, de chuva de trovoada, mas o que me faz levantar todos os dias e sorrir, é que por detrás dessas nuvens está um sol lindo...e a gente há-de conseguir "furá-las" se Deus quiser e ver o Sol sorrir-nos de volta!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas suas palavras. Nem sei o que dizer.
      Além de bonitas carregam uma força enorme.
      Obrigada*
      Vou tentar ter isso em mente!
      Ah, e boa sorte para a sua filha :)

      Eliminar
  12. Tenho 26, terminei este ano o mestrado... e continuo à procura de uma oportunidade. Não é fácil... Mas temos que ter força e não podems desistir!

    ResponderEliminar