(Re)valorizar o dinheiro

dezembro 07, 2016



Esporadicamente tenho discussões (saudáveis) acerca deste tema. Hesitei em escrever sobre ele aqui, mas deixei que os ânimos arrefecessem e penso que agora é a altura apropriada para o fazer.
O dinheiro, esse malvado que arruína casamentos, famílias, países, o Mundo.

Quando era mais nova detestava dinheiro. E detestava-o porque já tinha visto o que ele era capaz de fazer com a cabeça (e o coração) das pessoas. Detestava-o porque via gente a passar dificuldades, gente a apropriar-se de dinheiro alheio, gente abastada a pedir dinheiro a pobres para sustentar os seus vícios, pobres a esbanjar dinheiros em futilidades, pessoas abastadas a receber o rendimento mínimo que muitas famílias necessitam e não têm, gente que coloca comida no lixo (comida oferecida por instituições de solidariedade social), apenas porque tem preguiça de cozinhar, enfim.
Acredito que cresci, mudei, aprendi.
O que importa não é o dinheiro, mas sim as pessoas e aquilo de que são feitas, a sua essência.
E de que são feitas as pessoas?
Pois bem, eu não sei. Cada um poderá apenas falar com propriedade de si próprio e, ainda assim, com cautelosas reservas pois nem sempre nos conhecemos a fundo.
Mas o que penso eu agora sobre o dinheiro?
O dinheiro traz felicidade? Não, mas toda a gente sabe que ajuda.
Então por que é que queremos sempre ter mais e mais?
Porque os cuidados de saúde requerem (muito) dinheiro e as doenças não abrandam de forma a que seja possível acompanhar a lentidão do SNS;
Porque, infelizmente, há quem tenha que recorrer a tratamentos de fertilidade dispendiosos;
Ou a tratamentos extremamente complexos e avançados no estrangeiro;
Porque queremos que os nossos filhos tenham as suas necessidades básicas supridas;
E uma educação de qualidade;
Para que possam ter um futuro melhor do que o nosso;
Porque viajar nos enriquece, por dentro;
E faz com que nos reencontremos, connosco próprios;
Porque o conforto nos faz sentir realizados, orgulhosos, vencedores;
Porque também gostamos de nos mimar de vez em quando;
Porque o ser humano é competitivo;
Inveja quem tem mais;
Discrimina quem não o pode ter;
E ninguém gosta de ser marginalizado;
Porque dinheiro é poder;
E se cair nas mãos certas,
São os poderosos que mudam o Mundo.
Mas para isso é necessário que o nosso interior seja poderoso, esplendoroso, bondoso, terno, capaz de empatia, dotado de humanidade.

Então, o que vale o dinheiro?
Eu não sei, mas atrevo-me a dizer que o dinheiro apenas serve para comprar tudo aquilo que o amor não é capaz de oferecer.
Porque o amor pode ser "sem limites", mas a vida prega-nos partidas e a verdade é que temos que estar preparados, com as melhores armas, os melhores trunfos, aliados aos melhores dos sentimentos.

O dinheiro não é nada sem fé, sem confiança, sem amor, empatia e um forte sentido de Paz e de humildade.

You Might Also Like

6 comentários

  1. Posso dizer que detesto dinheiro mas infelizmente ele faz-nos falta. Não somos nada sem ele. Compra comida, combustíveis e tudo o que precisamos para sobreviver. Há muitas injustiças e coisas que vejo e que me custam imenso de injustas que são. Não podemos mudar o nosso país nem as pessoas que nele vivem portanto não há muito a fazer para que as coisas mudem :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esqueci-me do combustível, indispensável.
      Discordo nesse ponto. Talvez esteja a ser ingénua mas eu acredito que podemos todos mudar o mundo. N digo virá-lo do avesso, mas iniciar pequenas grandes mudanças* de mentalidade, pelo menos!

      Eliminar
  2. Falaste muito bem, além de não concordar a 100% com tudo, mas posso dizer que concordo a 99%, pois nada é tão preto no branco, a meu ver.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hmmm acredito que existem sim coisas que são preto no branco, mas este n será um desses casos.
      Este é um caso com infinitos tons de cinzento ;)

      Eliminar
  3. O dinheiro é um complemento, mas não vale de nada se não tivermos o essencial, paz, amigos, amor. amizade!! E, claro não viver em prol do dinhero. Mas, é um mal necessário e as contas dominam os dias.....
    Partilhei a notícia sobre os produtos da VS na página do facebook!!

    ResponderEliminar