2 a.m.

maio 10, 2017

O mundo está repleto de pessoas

Cujo rosto não vemos.
As ruas,
Cansadas de gente
Que se assemelha;

Os caminhos gastos
Pelos mesmos sons,
Pelas mesmas roupas,
Pelos mesmos reflexos
Nas gotas
Das enchentes
E das cascatas
Das lágrimas
Que eu não chorei.

A chuva já não cai lá fora.
Nem cá dentro.

Perdeu-se o Inverno
Que se instalara outrora em mim.
Mas chove...
Oh! Chove torrencialmente,
Sempre que tu não estás em mim.

Chove...
Chove nunca!
Porque de mim
Sais nunca.

Insanidade?
O amor é insano,
Tempestuoso,
Inconstante...

O amor é o tumulto da alma,
O ferver da paixão...
O amor é...
Desilusão.
E ilusão,
Um sobe e desce
E um avança e recua 
De emoção!

Mas o Amor...


O Amor
Não.































Amor

You Might Also Like

0 comentários