Amanhã

junho 19, 2017

Onde estão as tuas imperfeições?
Não vejo
Na simplicidade com que me adoras
Forma de encontrar
Um defeito que seja só teu.

Se me amas,
E quem perdeu fui eu;
Se com todas as falhas
Que eu não soube emendar
Tu apenas quiseste ficar;
Como posso eu
Sequer um defeito teu apontar?

Somos duas estrelas cadentes,
Meio perdidas,
Mas predestinadas
A uma colisão de amar.

Somos
Duas ondas solitárias,
Sempre envoltas de gente,
Gente que não queremos abraçar

Somos duas ondas 
Destinadas a se encontrar.


Somos as linhas tortas

Em que Deus escreveu direito
Só para nos aproximar.

Somos a melodia irritante
Que toda a gente queria saber cantar.

Somos
O cântico da sereia
Que ainda não sabe senão sussurrar.

Somos
A brisa livre
Que sempre volta a casa
Para nos afagar.

Somos,
Juntos,
O perfeito e o imperfeito,
O preto e o branco,
O belo e o belo,
Os opostos e os iguais.

Somos,
Sem que exista sou
Ou és.

Sou quem somos,
És quem somos.
Somos.
Fomos.

O que seremos, amanhã,
Quando acordarmos?

You Might Also Like

1 comentários